#CabeloCresce

Hoje foi um dia bem atípico. Pra começarmos a terça-feira, mamãe teve vários sonhos bem agitados, e acordou meio morgada. A tia Aline conseguiu marcar salão pra gente cortar o cabelo. O que foi uma ótima notícia!
Mamãe ficou tão enjoada, mas tão enjoada, que não conseguiu comer nada. NADA! Só saliva, e aquela saliva ácida. Nossa, horrível. Tomei um dramim e continuei mal, tomei mais um dramim e um pouco de um outro remédio que o papai comprou que eu detesto porque tem um gosto horroroso! E adivinha o que aconteceu? Mami morgou! Não era nem meio dia e meia e eu já estava dormindo, ai que foi estranho, teve uma hora que eu acordei sentindo umas pancadas na cabeça, e como de costume, comecei a orar e pedir pro meu anjinho da guarda cuidar de mim e de você, e ai que aconteceu o mais bizarro, levei um soco na cara! Como assim? Meu maxilar ficou dolorido e tudo! Gente, é porque eu tava com muito sono, se não tinha levantado e começado a ler o evangelho em voz alta. Orei mais um pouco e voltei a dormir, com sonhos ruins novamente.

*Pra quem não sabe, sou espírita, e pra mim essas coisas não são normais. Respeito a religião de todos, então quem puder rezar/orar/mandar boas energias pra mim e pro bebe, vou agradecer muito!


Quando papai estava chegando, ligou, ligou e enfim atendi. Mamãe detesta ser acordada, e pelo que já vimos nas suas ultras, você também! Mais uma coisa que puxou de mim. Depois dele almoçar, fomos lá na Praça Seca cortar o cabelo. Titia Aline ficou toda boba. Sabe filho, eu sempre achei que fazer o bem nos traz coisas boas. A gente colhe o que planta. Cortar o cabelo é uma ação tão simples. Quantas vezes vamos ao salão para mudar o visual? E ao invés de doar aqueles 15 cm de cabelo para alguém que precise, varremos e jogamos no lixo.
Temos uma prima com câncer, e foi ela que nos apresentou a esse projeto. Até então eu já ia cortar o cabelo, mas ia doar pra outra instituição. Então, conhecemos a Rapunzel Solidária. Que exemplo que instituição. Elas recolhem os cabelos doados, tratam, fazem as perucas e distribuem para quem precisa. Muito bacana o projeto.
Cortei tudo! Só não cortei mais porque não dava! rs. E acredite, me senti leve, não só pelo peso de cabelo que tirei, mas por saber que ao invés do lixo, ele vai ser útil pra alguém. Que alguém vai voltar a sorrir com ele. Isso da uma leveza incrível na alma.
E o resultado ficou incrível! Eu tô amando o cabelo curto. Seca rápido, fácil de escovar, visual jovial, estão falando que tô com mais cara de mãe, etc.

Caso alguém tenha vontade de doar, só curtir a página delas no facebook pra saber como. É tão fácil e rápido. E não dói. Além do mais.. CABELO CRESCE! :)

A noite fomos pro curso. A aula foi bem interessante. Achamos que seria nossa última aula, porque vamos começar o passe de cura na semana que vem, mas (como os espíritos sempre trabalham para que possamos estudar) conseguimos descobrir um dia e horário melhor e vamos poder continuar no curso! E ainda tem gente que acha que é coincidência, rs.
Cada vez mais, eu me sinto preenchida por uma paz, e um amor que vem de dentro sabe... Incrível!
Você sempre fica quietinho durante as aulas da mamãe. E todo mundo no centro já te adora, e estão bem empolgados com você. Faremos o possível pra que você siga os ensinamentos de Jesus. Afinal, o amor é tudo. Amar ao próximo, sem discriminação e sem mimimi é difícil, mas é lindo. Olhar sem receio ou recriminação... Nada como a vida pra nos ensinar a melhorar quem somos.

Acho que já falei demais hoje. tô um pouco inspirada. Na verdade, tô meio confusa. Essa décima quinta semana tem mexido comigo. Sei lá, acho que fiquei mais desastrada que o normal, e qualquer coisa me irrita. E ao mesmo tempo quero chorar por qualquer coisinha idiota. É, mamãe é muito sentimental, rs. Acostume-se.


Segue uma montagem feita pela titia Aline da mamãe cortando o cabelo: 



Novamente, façam o bem, cabelo cresce!
#DOECABELO
Beijos, mamãe e papai bobos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário